Ibogaina para tratamento da dependência química e alcoolismo - Clínica IBTA 
(19) 3844-8316 (19) 99678-1506
Ibogaina para tratamento da dependência química e alcoolismo

Ibogaina para tratamento da dependência química e alcoolismo


A ibogaina é utilizada no tratamento da dependência química e alcoolismo desde a década de 60, onde lord soft detém a patente do tratamento de ibogaina para este tipo de tratamento, álcool, cocaína, tabagismo, maconha etc...

O tratamento por ibogaina, sofre a resistência nos cinco principais países dos quais existe a cede das 10 maiores indústrias farmacêuticas do mundo, tais como EUA e França.

Além do tratamento por ibogaina para drogas e álcool já existem estudos que comprovam sua ação no tratamento no mal de Alzheimer, Parkinson, Depressão, Hepatite C e HIV.
Alguns dizem que portadores de Hepatite C ou HIV não podem fazer o tratamento por ibogaina, mais na verdade o que não se pode fazer é em alguém que esteja utilizando de coquetéis, porém se o paciente não estiver fazendo uso de coquetel, sim é possível tratar de sua dependência química ou qualquer outra recomendação médica por ibogaina.

O tratamento de dependência química ou álcool por ibogaina por ser um estudo e um pratica das quais 70% dos tratados alcançam resultados vem se tornando uma forma das mais eficientes em tratamr dependência química levando-se em consideração os baixos resultados de tratamento que alcançam 5% de eficácia.

Além de atuar na recuperação da dependência química, ela também pode ser usada como forma de redução de danos, como fazem algumas pessoas, nenhuma outra forma de tratamento medicamentoso tem alcançado tamanha amplitude visto que a ibogaina não só atua nos níveis químicos, mais também atuam em níveis neurológicos, fisiológicos, psicológicos, comportamental e espiritual.

Alguns comparam o tratamento de dependência química ou álcool com o chá da Ayahuasca utilizado por algumas instituições religiosas, porém na verdade a única relação entre elas é que ambas atuam na dependência de álcool e drogas e que nenhuma das duas é indicada, para portadores de esquizofrenia e vem do reino vegetal, por outro lado Ayahuasca sim é alucinógeno ao contrário da ibogaina.

Ayahuasca é tomada em chá, ou seja um liquido, já a ibogaina é um pó. No caso da Ayahuasca , para manter o resultado em tratamentos de drogas se faz necessário uso regular, ou seja uma vez por semana ou a cada quinze dias, já a ibogaina é um tratamento único onde uma minoria necessita de reforço depois de um certo tempo.

Não se deve misturar no mesmo tratamento ibogaina com Ayahuasca para evitar riscos de surto psicóticos ou outros riscos maiores, mas nada impede de após alguns meses do termino do tratamento por ibogaina a pessoa se submeter ao tratamento com Ayahuasca .


Visite nosso Blog


22 de Maio - Dia do Abraço

22 de Maio - Dia do Abraço

Conhecido como um gesto que transmite carinho, apoio nas horas difíceis, o abraço é tão especial......

Ler mais

Logo
18/05 – Dia Nacional contra o abuso e exploração sexual infantil

18/05 – Dia Nacional contra o abuso e exploração sexual infantil

Todos os dias devemos trabalhar no combate do abuso da exploração sexual de nossas crianças e adolescentes...

Ler mais

Logo
17/05 – Dia Internacional Contra a Homofobia

17/05 – Dia Internacional Contra a Homofobia

Entre 1948 e 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a homossexualidade como um transtorno mental...

Ler mais

Logo